Como organizar as Bolsas

Quem ama bolsas gosta de combinar com a roupa, com os acessórios e sempre trocar o modelo. Isso só é possível se conseguirmos enxergar as peças e lembrar delas, afinal tudo que não é visto é esquecido. Mas então como organizar as bolsas de uma maneira funcional?

Não existe uma fórmula magica na organização. Tudo vai depender da quantidade de bolsas que você tem, do seu espaço e do formato delas. Existem casos que uma ou mais soluções podem ser usadas em conjunto, variando de acordo com o formato da bolsa. Mas é claro que algumas maneiras são melhores que outras, então vou listar abaixo as principais formas de armazenamento e suas vantagens e desvantagens.

Cabideiro

 

Essa é uma forma de armazenamento bem comum. Os cabideiros são fáceis de encontrar para comprar e costumam ser baratos. Apesar de parecerem bem funcionais é um método que EU não gosto. A longo prazo pode estragar as bolsas porque vai marcar a alça e pode até mesmo estragar o material. É confuso visualmente dando sempre a impressão que está desorganizado e isso pode facilitar a criação de mais bagunça, como por exemplo, começar a apoiar roupas nos ganchos. Além disso ocupa um espaço considerável no quarto.

Outras formas semelhantes ao cabideiro com os mesmos benefícios e desvantagens:

Uma dentro da Outra

Esse método é defendido pela Marie Kondo (Escritora japonesa especialista em organização minimalista).

“Sem saber o que fazer, resolvi colocar uma bolsa dentro da outra até encontrar a solução. Surpreendentemente, isso se revelou a solução ideal. Desta forma, reduzi à metade o espaço necessário para arrumação e conseguia saber qual era o conteúdo de cada uma, pois era só deixar as alças para fora.”

Marie Kondo – A mágica da Arrumação.

Eu normalmente concordo com quase tudo desse livro, mas essa técnica de organização de bolsas não deu certo pra mim e imagino que não daria pra muitas pessoas por um simples motivo: Não é pratica! As bolsas que ficam na parte de dentro acabam ficando esquecidas e é difícil tirar o que tem dentro pra usar a bolsa que está do lado de fora. Não é um processo fácil para a correria do dia a dia. Além disso as bolsas internas estão vazias o que não da estrutura suficiente para manter a bolsa em pé. Além de não ser prático eu também não achei que ficou bonito no armário.

Empilhadas em uma prateleira ou gaveta

 

Essa é uma opção para pessoas que não tem espaço vertical mas tem espaço horizontal. Não é esteticamente a opção mais bonita e também não permite uma boa visualização das peças. Uma forma de evitar o esquecimento das peças que estão por baixo é deixar no máximo 3 bolsas por pilha e sempre que usar uma, tentar guarda-la por baixo das outras.  (Para saber mais sobre isso leia o post: FIFO). Isso vai nos obrigar a ter uma certa rotatividade das peças.

Prateleira para bolsas com enchimento

Essa é a forma mais adequada de armazenamento. As bolsas ficam estruturadas, aparentes e deixam o armário mais bonito. O problema é que essa forma ocupa bastante espaço e exige um acessório interno.

Dica: Uma forma de encher as bolsas é pegar um saco de pano da própria bolsa ou de um sapato e encher com plástico bolha. Isso da estrutura e não danifica a bolsa. Uma outra opção é fazer pequenas almofadas ou usar travesseiro de neném. Não devemos encher as bolsas com papéis nem plástico porque isso atrai traça e pode acumular umidade.

Bolsas em prateleira utilizando um suporte 

 

Uma opção para bolsas que já são estruturadas ou que estão sem o enchimento é usar um produto organizador para sustentação. Pode ser de acrílico ou de mdf. Esses produtos são vendidos como organizadores de livros em papelarias.

Sacos de TNT

 

Bolsas muito caras ou delicadas podem exigir um cuidado maior no armazenamento. Uma opção é deixar as bolsas dentro de sacos de TNT etiquetados e acima da área de uso diário. Essa é uma opção que só deve ser usada em peças de pouco uso.

Dica: Evite colocar as bolsas em acessórios plásticos. A longo prazo eles estragam o material da bolsa pelo contato.

Muitas vezes a melhor opção de armazenamento vai ser combinar duas ou mais das formas citadas acima. O ideal é sempre variar a peça que usamos porque o que está em uso tem chances menores de estragar enquanto armazenado.

Se gostou das sugestões deixe um comentário. Até o próximo post!

Um comentário sobre “Como organizar as Bolsas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *